quinta-feira, 7 de março de 2013

CARTA ABERTA aos irmãos e irmãs, parlamentares evangélicos/as, da CDHM – REDE FALE

Prezado/a irmão/ã membro/a da CDHM,

fale1Nós, da Rede FALE, somos evangélicos/as oriundos de diversas igrejas evangélicas, tradicionais e pentecostais, que militam no campo dos direitos humanos. A Rede FALE foi criada inspirada no texto de Provérbios 31.8-9 há 10 anos e tem como vocação ser um testemunho do engajamento e da fé dos cristãos na sociedade brasileira. Um dos elementos centrais de nossa ação é a compreensão que a oração é um poderoso instrumento para mudar a realidade, reunindo em nossas ações a mobilização de grupos para reuniões de oração, como também para manifestações e ações públicas.

Neste contexto recebemos com interesse a notícia de que o PSC seria responsável pela presidência da CDHM. Temos a convicção de que a base da garantia dos Direitos Humanos está no reconhecimento da sacralidade da Vida, que provém, como cremos, da imagem e semelhança de Deus que todo ser humano possui (Gn 1.26-27). Acreditamos também que a maneira como tratamos outro ser humano é reflexo de nossa atitude para com o Criador. Desprezar o primeiro é desrespeitar o segundo (cf. Pv. 14.31; Tg 3.9). Os exemplos históricos de cristãos envolvidos com os Direitos Humanos são vários, figuras como a do pastor batista Martin Luther King Jr. ou do bispo anglicano Desmond Tutu nos inspiram por exatamente colocarem a fé como o motor para suas ações de promoção e defesa dos direitos.

Os necessários avanços dos Direitos Humanos no Brasil poderão acontecer sob a gestão do PSC e, para tanto, nos parece estratégico ouvir o clamor das ruas e dos movimentos sociais com respeito à escolha, pelo partido, de um nome que não traga tamanha carga negativa para a presidencia da Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

O PSC possivelmente possui em seus quadros outros parlamentares que possam assumir a presidencia da comissão, e que poderiam contribuir com uma postura conciliadora e propositiva, na qual Cristo tem sido nosso maior exemplo. Parlamentares mais experientes e entendidos dos ritos e processos da casa também seria um importante critério, considerando o destaque que a comissão possui.

Prezado irmão, escrevemos aqui sob o temor ao nosso Deus e conscientes de que há um caminho de consenso para esta situação. A ninguém, e muito menos aos direitos humanos, interessa que seja estabelecida uma disputa entre posições extremas, ou mesmo entre visões que se percebem antagônicas.

Em oração para que Deus os cuide e ilumine nessa importante tarefa que têm pela frente, despedimo-nos,

Em Cristo,

Coordenação Nacional da Rede FALE

27 comentários:

Erlon Eduardo disse...

tenho uma dúvida, o Rede Fale, é cristão, e vocês se manifestaram contra o projeto de lei que quer legalizar a prostituição como uma atividade comercial?

este grupo cristão denunciou a cartilha pró-aborto? e esta acessivel na biblioteca virtual do MINISTERIO DA SAUDE, com dinheiro publico sobre o nome de PROTOCOLO MISOPROSTOL - um remedio usado em hospitais e retrito por seu efeito abortivo? agora a rede fale se preocupa em se posicionar contra um pastor, irmão em Cristo que vai fazer a diferença. ALGUÉM PODE ME EXPLICAR ISTO??????

Caio Marçal disse...

Não nos manifestamos, o que não quer dizer que somos a favor. Há diversas bandeiras e simplesmente não tem como assumir todas de uma vez. porem, é estranho o amigo tergiversar nossa campanha com outras temáticas e mais ainda, fazer supor que não somos cristãos genuínos.

Thiago disse...

O aborto deve ser liberado, bem como o casamento homo. COnquistas sociais em nome do bem-estar do povo, e n dos caprichos de fanáticos e dos delírios de crendices! Sou protestante convicto! E me recuso declarar-me "evangélico".

Getsemane Silva disse...

Tento responder.
Ser cristao é uma atitude que muda ha 2 mil abos e acompanha a evoluçao da humanidade. Rejeitamos toda tentativa de autoritarismo sobre o que é ser cristao. Toda tentativa de apontar o dedo cobtra quem nao segue uma determinada cartilha. A historia do cristianismo esta ai, para quem quiser entender e perceber a enormidade de maneiras de ser cristao. Alias, seria uma boa iniciativa para esse auto dclarado pastor fazer: construir bibliotecas e promover a leitura.

btmarcio disse...

Concordo com o Erlon... você, Caio Marçal, tem que se preocupar com as coisas que estão tentando ser aprovadas na câmara de deputados, onde estão tentando acabar com parte dos ensinamentos que a bíblia nos ensinou. Você está querendo calar um Irmão em Cristo que apenas não concorda com o homossexualismo, prostituição, adultério e etc. Não concordar não é agredir, desprezar, excluir e desrespeitar os homossexuais. O posicionamento do Pr. Marco Feliciano, quanto a estes casos, é o mesmo de todos os Pastores. O posicionamento dele não interferirá no cargo e nas decisões que ele deverá tomar, pois tanto os homossexuais como os heterossexuais, têm seus direitos reconhecidos da constituição brasileira. Utilize esta ferramenta (blog) de forma positiva para trabalhar para o Reino de Deus. Não deixe que o inimigo venha se aproveitar deste canal de comunicação. Fiquem com a Paz!!!!

Karina disse...

Obrigada por se posicionarem contra o absurdo que foi a nomeação desse senhor para a presidência da CDHM! Obrigada por me darem o alento de saber que, como cristã, não estou sozinha ao praticar aquilo que acredito ser a genuína mensagem de Jesus, que quando esteve na Terra nunca quis poder nem dinheiro, apenas fazer o seu trabalho de alcançar os seres humanos por amor, sabedoria e convencimento!
Digo NÃO à propagação do ódio como bandeira de moralidade e "limpeza" da sociedade.
Esse senhor não me representa como pastor, nem como político, nem como pessoa!
O Estado é LAICO, não pode servir a nenhuma fé, ainda que seja a nossa, e deve assistir a todos os cidadãos, sem distinção.
Brado contra a propagação do ódio de quem acha que tem o direito de legislar sobre a moral dos outros a partir de sua fé! Brado contra quem faz da fé um negócio econômico e político rentável em poder e dinheiro! Deus tenha misericórdia de nós se continuarmos sendo coniventes com a intolerância, a hipocrisia e a cegueira!
Deus nos deu a capacidade de pensar. Lembremos de usá-la, sempre!

Anônimo disse...

Muito engraçada a indignação desses grandes 'cristãos' apaniguados das esquerdas. São cristãos desde criancinha quando interessa, mas não movem uma palha quando o governo afronta os princípios mais básicos dos cristãos. Vocês são cristãos de passeata, são cristãos da corte do rei que utilizam o nome de Cristo para servir ao poderoso do turno. Essa Rede Fale, ABU, PJ, REJU e outras só servem pra isso: fazer o trabalho da esquerda dentro da igreja quando interessa. Ser cristão quando interessa.

Anônimo disse...

Bom dia a todos. Não sei quem é o responsavel por esse espaço, mas fiquei curioso quando ouvi falar que tinha um grupo cristão protestando contra o Pastor Marcos Feliciano.Eu só estou acreditando porque estou vendo... Se eu fosse um ativista gay com certeza estaria feliz de existir vocês.

Jabesmar disse...


Poderiam me dizer qual é o posicionamento da Rede Fale quanto ao programa de governo do PT no que tange a legalização do aborto e aprovar o PL122?

Jabesmar disse...

Discordo em várias áreas com a teologia abraçada pelo irmão Marco Feliciano, mas dai a me juntar a tipos como o Sr. Jean Wyllys para atacá-lo tem uma distancia enorme. O Edson Luiz e o brmarcio têm razão no questionamento dele. Qual foi o posicionamento da Rede Fale quanto ao PL122 e ao programa do PT de legalizar o abroto? Houve alguma atuação de vocês neste sentido. Se houve foi de aprovação ou de desaprovação?

Alexandre disse...

Parabéns a vocês da Rede Fale, penso que se todos independente de sua crença, de sua fé, pudessem se unir em prol de um projeto de construção de uma pátria livre, igualitária aonde todos possam respeitar e ser respeitados seríamos maus felizes e o Brasil seria mais justo, contem conosco em ações de construção de uma agenda de liberdade religiosa e contra todo tipo de discriminação.

Anônimo disse...

UMA CARTA DIRIGIDA À NAÇÃO: “GUERRA SANTA EM PLENO SÉCULO XXI”?
Amigos, participei de muitos eventos políticos desse Brasil, por direitos, por democracia. Entretanto, NUNCA me deparei com tamanha falta de insensatez parlamentar como agora. Está evidente que a bancada do PSC comprou a candidatura do Marco Feliciano e o pior é que ela foi vendida...Há centenas de declarações de racismo, intolerância e homofobia oriundas deste que já é o presidente de CDHM...É um fato lamentável, triste, inconcebível para uma democracia, uma Nação, como se refere o Brasil. Dezenas de vídeos, demonstram o “pastor” incitando o ódio contra “minorias” e ainda assim ele está lá. Foi “eleito” para presidir uma Comissão de Direitos Humanos. Seu ministério já está programando uma reunião para 11/03, clamando a todos os fiéis a defenderem a igreja e a família que serão “destruídas” pela comunidade LGBT e por isso referi-me ao texto como uma “espécie de Guerra Santa”. Ele está se utilizando de uma única “minoria”, cuja sociedade divide-se (lamentavelmente) ainda em opiniões favoráveis e desfavoráveis para enfraquecer o movimento legítimo brasileiro mediante o seu direito de ser representado por líderes idôneos e ilesos de quaisquer tipos de preconceitos em uma Comissão de Direitos Humanos. Nesse sentido, caberia uma reflexão de toda a sociedade em, mais ainda, apoiar a todo esse movimento e exercer o seu poder maior perante a eleição de seus representantes, buscando o afastamento deste senhor de cargo tão essencialmente sério e ideológico! Se todos permitirmos, se formos coniventes, o Sr. Marcos Feliciano exortará cada vez mais o seu repúdio pela comunidade homossexual, culpando-lhes de “vandalismo” religioso e familiar, o que não deve ser permitido por todos os cidadãos que possuem o mínimo de consciência cívica. Esse movimento não é da Comunidade LGBT, esse movimento é de todos os brasileiros que se amparam nos bons modos e costumes familiares, a iniciar pelo NÃO RACISMO. Como um parlamentar, um pastor pode se referir aos afrodescendentes como “amaldiçoados” e ainda assim falar em “costumes e tradições familiares”? Como pode se referir aos homossexuais como um “câncer” e ainda assim aplaudi-lo? Não participar, não tomar partido nesse movimento, no ponto em que chegamos, significa aplaudir e aclamar o regime ditatorial que o Sr. Marcos Feliciano já anunciou que implantará em sua gestão. Mesmo aqueles que se julgam “isentos” desse movimento, serão afetados em suas consciências e em suas vidas práticas, à medida que os atos de violência contra “minorias” aumentarem. Já somos, vergonhosamente, o País mais racista e o que apresenta maior índice de assassinatos de homossexuais do mundo. Brasil, mostre a sua cara! Cidadãos, reajam ao radicalismo, à corrupção, às menções de pseudopolíticos que desejam instaurar novamente uma ditadura no Brasil, como vem acontecendo. Esse apelo é para toda a NAÇÃO e não apenas para uma minoria...

Anônimo disse...

UMA CARTA DIRIGIDA À NAÇÃO: “GUERRA SANTA EM PLENO SÉCULO XXI”?
Amigos, participei de muitos eventos políticos desse Brasil, por direitos, por democracia. Entretanto, NUNCA me deparei com tamanha falta de insensatez parlamentar como agora. Está evidente que a bancada do PSC comprou a candidatura do Marco Feliciano e o pior é que ela foi vendida...Há centenas de declarações de racismo, intolerância e homofobia oriundas deste que já é o presidente de CDHM...É um fato lamentável, triste, inconcebível para uma democracia, uma Nação, como se refere o Brasil. Dezenas de vídeos, demonstram o “pastor” incitando o ódio contra “minorias” e ainda assim ele está lá. Foi “eleito” para presidir uma Comissão de Direitos Humanos. Seu ministério já está programando uma reunião para 11/03, clamando a todos os fiéis a defenderem a igreja e a família que serão “destruídas” pela comunidade LGBT e por isso referi-me ao texto como uma “espécie de Guerra Santa”. Ele está se utilizando de uma única “minoria”, cuja sociedade divide-se (lamentavelmente) ainda em opiniões favoráveis e desfavoráveis para enfraquecer o movimento legítimo brasileiro mediante o seu direito de ser representado por líderes idôneos e ilesos de quaisquer tipos de preconceitos em uma Comissão de Direitos Humanos. Nesse sentido, caberia uma reflexão de toda a sociedade em, mais ainda, apoiar a todo esse movimento e exercer o seu poder maior perante a eleição de seus representantes, buscando o afastamento deste senhor de cargo tão essencialmente sério e ideológico! Se todos permitirmos, se formos coniventes, o Sr. Marcos Feliciano exortará cada vez mais o seu repúdio pela comunidade homossexual, culpando-lhes de “vandalismo” religioso e familiar, o que não deve ser permitido por todos os cidadãos que possuem o mínimo de consciência cívica. Esse movimento não é da Comunidade LGBT, esse movimento é de todos os brasileiros que se amparam nos bons modos e costumes familiares, a iniciar pelo NÃO RACISMO. Como um parlamentar, um pastor pode se referir aos afrodescendentes como “amaldiçoados” e ainda assim falar em “costumes e tradições familiares”? Como pode se referir aos homossexuais como um “câncer” e ainda assim aplaudi-lo? Não participar, não tomar partido nesse movimento, no ponto em que chegamos, significa aplaudir e aclamar o regime ditatorial que o Sr. Marcos Feliciano já anunciou que implantará em sua gestão. Mesmo aqueles que se julgam “isentos” desse movimento, serão afetados em suas consciências e em suas vidas práticas, à medida que os atos de violência contra “minorias” aumentarem. Já somos, vergonhosamente, o País mais racista e o que apresenta maior índice de assassinatos de homossexuais do mundo. Brasil, mostre a sua cara! Cidadãos, reajam ao radicalismo, à corrupção, às menções de pseudopolíticos que desejam instaurar novamente uma ditadura no Brasil, como vem acontecendo. Esse apelo é para toda a NAÇÃO e não apenas para uma minoria...

luiz castro neves disse...

Concordo com o Jabesmar quanto a teologia do Pr. marcos Feliciano, mas um grupo que se dia Cristão, se juntar a este grupo de ativistas Gays, isso sim é uma postura sinceramente ridícula e anti cristã.
Não concordar com suas posturas, nem seus comentários, pois um homem publico devem ter cuidado com suas palavras.
Esta Rede Fale, diz que existe a 10 anos, mas nunca os vi protestarem contra inúmeros absurdos que já aconteceram em nosso país. Agora aparece contra alguém que é cristão.
Porque não procuram o Deputado Marcos Feliciano e ouça e fale diretamente a ele que ele precisa mudar sua postura.
Essa Rede Fale, desculpa, mas vocês não estão tendo postura de Cristão, sendo a favor deste grupo, que querem destruir a família brasileira.

Obs: Se vocês são democráticos, postem todos os comentários...Claro existem alguns que não podem mesmo!!!!!

Luiz Henriqueeviores

Rayka Tattoo disse...

{1Co 6:9} - Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos,{1Co 6:10} - nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus. COM ESSA ATITUDE VÇS ESTÃO DIZENDO QUE SÃO A FAVOR DE TUDO ISSO QUE A BÍBLIA VAI CONTRA.

junior disse...

{1Co 6:9} - Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos,{1Co 6:10} - nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus. COM ESSA ATITUDE VÇS ESTÃO DIZENDO QUE SÃO A FAVOR DE TUDO ISSO QUE A BÍBLIA VAI CONTRA.

Ageu Eliane disse...

Em que se baseia a sua opposição ao deputado Marcos feliciano, onde esta sua etica crista neste contexto.. Ou vcs são mais uns ereges lobos com vestimentas de ovelhas....

Anônimo disse...

O Indignido
Grupo Evangélico que nada, bando de fajutos, se juntando para combater um servo de Deus. Tudo que dizem contra vçs é verdade. Nunca ouvimos fala que a "REDE FALE" fez algo para o reino de Deus, tão de brincadeira com o povo de Deus. Vão orar e pedir orientação de Jeova para fazer algo de positivo. A Paz.

Jabesmar A. Guimarães disse...

Não deveria falar com um anônimo, mas vou abrir uma exceção.
Você afirma: "Há centenas de declarações de racismo, intolerância e homofobia oriundas deste que já é o presidente de CDHM". Dentre estas centenas, você pode nos indicar 10 destas declarações?.
Você também afirma: "Dezenas de vídeos, demonstram o “pastor” incitando o ódio contra “minorias”". Dentre coloque aqui a fonte destras dezenas de vídeos onde ele CLARAMENTE INCITA ÓDIO. Mas não me venha com vídeos onde ele apenas mostra sua discordância com a prática homossexual.
A afirmação dele de que os negros são descendente de uma raça amaldiçoada é fruto de uma teologia deturpada e é uma afirmação tola, descabida e ridícula, mas dai a querer eleva-la a categoria de racismo há uma distância enorme! Ele só foi ridículo.

Por último! Caso resolva responder a este post, não se esconda atrás do anonimato, tenha o hombridade de assumir suas acusações.

Anônimo disse...

Por que vocês não apoiam o Jean Wilis pra presidente da Comissão de direitos humanos?

Erlon Andrade disse...

Toda essa polemica foi gerada porque o parlamentar citado falou o que não devia. Se Jesus tratou com respeito a prostituta, por que não tratar com respeito os grupos formados que são as "ditas minorias". Se é parlamentar então deixe de ser religioso. É um erro teológico achar que vamos concertar o mundo, até porque, para as minorias não há nada de errado. Se ele foi racista, ridículo ou deselegante não interessa. Só não podemos querer dizer que todas as manifestações até agora vistas são um tipo de perseguição contra evangélicos. Não é.

Anônimo disse...

Sou bem informado, no entanto, nunca tinha ouvido falar desta Rede Fale. Temos que tomar muito cuidado com redes, grupos, sei lá o que? Que se auto denominam representantes dos evangélicos.

Anônimo disse...

Nada con nada é igual a nada, entendeu? Nem eu...

Anônimo disse...

Facil pra vc falar, vc nasceu...

RRocha disse...

é muito fácil jogar pedra com a multidão, agora porque esse 150 que se dizem pastores não se uniram para combater a corrupção no Brasil que é vergonhosa ?

Anônimo disse...

Sou luterano e não concordo com a liderança de Marco Feliciano na CDHM. Não me considero evangélico, pois este termo tem ser referido atualmente apenas aos pentecostais e neopentecostais. Sou protestante. E todo bom protestante (luterano, presbiteriano, metodista, anglicano) é contra qualquer espécie de fanatismo. Feliciano e os fariseus pentecas querem mandar no Brasil, segundo suas próprias leis, mas se esquecem que nosso país é LAICO, não tem religião oficial. Eu também não concordo com o homossexualismo, mas respeito totalmente quem prefere assim ser. A decisão é pessoal. Assim como o Estado não deve se meter no que é da Igreja, a Igreja não deve se meter no que é do Estado. Quando me perguntam o que acho de ter um evangélico presidindo a CDHM, respondo que não concordo e NÃO SOU EVANGÉLICO. Portanto, FELICIANO NÃO ME REPRESENTA.

Marcos disse...

Disse tudo Erlon, só tenho algo a dizer para esse grupo: VERGONHOSO!!! deveriam de pensar antes de falar. Acho que esse grupo não pensa antes de sair falando asneira por aí.
VERGONHOSO!!!